5 de outubro: Beato Francisco Xavier Seelos

Sua festa é no dia 05 de outubro. Nasceu em Füssen (Baviera, Alemanha), no dia 11 de janeiro de 1819 e faleceu em 1867. Teve 11 irmãos. Seu pai foi comerciante de tecidos e sacristão na igreja paroquial. Em 1842 estava no seminário e entrou em contato com os missionários redentoristas, que se dedicavam à evangelização dos mais abandonados. Seelos gostou principalmente do apostolado que os missionários faziam entre os imigrantes de língua alemã nos Estados Unidos da América. Lendo as cartas dos redentoristas, publicadas no jornal católico Sion, comoveu-se e decidiu entrar para a Congregação, pedindo para trabalhar como missionário nos Estados Unidos.

Nos Estados Unidos

Seelos foi aceito entre os redentoristas e em 1843 já estava nos Estados Unidos, onde concluiu os estudos teológicos e foi ordenado sacerdote. Suas primeiras atividades como sacerdote foram em Pittsburgh, na Pensilvânia. Ali foi vice-pároco de São João Neumann, foi superior da Comunidade e Mestre dos noviços redentoristas. Além do trabalho como vice-pároco, Seelos também se dedicou, junto com Neumann, à pregação missionária. Sobre o relacionamento entre os dois, Francisco Xavier afirmou: "Ele me introduziu na vida ativa" e "me dirigiu como guia espiritual e confessor". A disponibilidade e a sua amabilidade natural em acolher e entender as necessidades dos fiéis fizeram com que logo fosse conhecido como um excelente confessor e guia espiritual, tanto que muitas pessoas o procuravam, vindo até de lugares distantes. Assim como em Baltimore, em Pittsburgh Seelos fez com que a confissão, mais que um tormento, fosse para os penitentes uma grande experiência do encontro com Cristo paciente e misericordioso.

Missionário de coração generoso

Os fiéis o descreviam como um missionário com um eterno sorriso nos lábios e de coração generoso. Fiel ao carisma redentorista, ele sempre se expressava com um estilo de vida e um linguajar simples. Os argumentos de seus sermões, ricos de conteúdos bíblicos, eram sempre

ouvidos e entendidos até pelas pessoas mais ignorantes. Uma das características constantes no seu apostolado era a catequese infantil, uma atividade que ele não só priorizava, mas que tinha como fundamental para o crescimento cristão da comunidade paroquial. Seelos foi também formador de futuros redentoristas. Sempre e em tudo pastor afável e alegre, estava disponível às necessidades dos jovens e solícito para com sua formação doutrinal. Preocupava-se, acima de tudo, em animar nos futuros missionários redentoristas o entusiasmo, o espírito de sacrifício e o zelo para o bem espiritual e temporal do povo.

Em setembro de 1866, exausto pelo atendimento aos doentes de febre amarela, também ele contraiu o vírus. Após várias semanas de paciente e alegre aceitação da doença, passou à vida eterna no dia 4 de outubro de 1867, aos 48 anos e nove meses. Foi beatificado pelo Papa João Paulo II, no dia 9 de abril de 2000. Sua festa foi marcada para o dia 5 de outubro.

Pe. Geraldo Rodrigues

Boletim "Vivências 463