França: peregrinação reúne islâmicos e cristãos

Pe Geraldo Rodrigues

No dia 24 de julho/11, na pequena cidadefrancesa Vieux-Marché, realizou-se um evento inter-religioso que tem uma tradição de quase 60 anos: uma peregrinação islâmico-cristã. Houve uma missa na capela dos Sete Santos de Éfeso, inclusive com a presença de representantes da comunidade muçulmana. Milhares de fiéis católicos acompanharam a celebração nos arredores da capela. A cerimônia foi presidida pelo arcebispo de Lyon, Dom Philippe Barbarin, que centrou sua homilia no tema da misericórdia, palavra-chave para o diálogo entre muçulmanos, judeus e cristãos: “Por que a palavra misericórdia desertou dos lábios dos católicos?”,

perguntou o cardeal. “Por que a utilizamos tão pouco? Por que temos medo de usá-la? Surpreende-me, já que consta em toda parte da Bíblia; seria um conceito maravilhoso para o diálogo inter-religioso”. Dom Philippe recordou que a misericórdia é também o grande legado deixado pelo hoje beato João Paulo II, que dizia: “Misericordioso não é só um adjetivo que podemos atribuir a Deus. A Misericórdia não é só uma das qualidades de Deus, que é também criador, poderoso... A Misericórdia é seu nome”.

 

Boletim "Vivências" 394